Eventos de maio de 2017

Maio se foi e chegamos em junho, na metade de 2017. Passa rápido, não?

Este ano tem sido bem intenso em diversos aspectos. Ainda não fiz nada tão disruptivo quanto no ano passado e meus múltiplos lançamentos de livros, mas tenho trabalhado bastante na minha nova função de evangelista tecnológico na Umbler e em específico neste mês que passou foram 5 eventos!

Palestra Uniritter
Palestra Uniritter

Palestra na Uniritter

O primeiro evento do mês foi uma palestra de Node.js + MongoDB para os cursos de computação da Uniritter, no campus Zona Sul (Porto Alegre/RS) no dia 03/05, a pedido do coordenador, prof. Mozart. Nessa palestra, que tenho feito em diversos lugares, eu explico do que se trata o Node, o Mongo, para quê eles foram criados, cito empresas que estão usando, quais as vantagens e ainda de quebra faço uma demo de código ao vivo pra eles verem o quão baixa é a curva de aprendizagem destas duas tecnologias.

Fazia tempo que não ia na Uniritter, desde o TDC Porto Alegre em outubro do ano passado, quando palestrei na trilha de Android. A universidade possui ma estrutura excelente e espero ter outras oportunidades de poder ajudar os alunos a conhecerem novas tecnologias, descobrirem seu potencial e atingirem seus objetivos.

Os slides da palestra você encontra no final do post.

Palestra TDC Floripa
Palestra TDC Floripa

TDC Florianópolis

Já no dia 06/05 eu e o Daniel Salengue pegamos um vôo para Florianópolis/SC para participar do The Developers Conference (TDC) Florianópolis. Desta vez fiz uma palestra inédita para o evento, visando contribuir com a trilha de Startups. Quem acompanha esse blog há algum tempo sabe o quanto tenho me envolvido com a cena empreendedora nacional e especialmente gaúcha desde 2012 quando comecei a me interessar de verdade por startups.

Ao contrário das tradicionais palestras de cases bem sucedidos que ouvimos sempre nestes eventos, resolvi mostrar o outro lado da moeda, mostrando tudo o que fiz de errado nos últimos anos e que acabaram contribuindo para que os últimos dois empreendimentos que participei tivessem fracassado. Quero escrever aqui no blog sobre essa palestra ainda, mas por ora disponibilizei apenas os slides abaixo, com o título de “Como quebrar duas startups em quatro anos”.

O mais bacana dessa participação da Umbler no evento é que tivemos um “momento Umbler” na trilha de Startups pois a minha palestra, a do Daniel Salengue sobre Jobs to be Done e a do Leco (outro integrante da Umbler que já estava em Florianópolis para os outros dias do evento) sobre Desbloqueio criativo foram todas em sequência, gerando uma empatia muito grande com o público, muitas dúvidas, feedbacks, etc.

Live Code na FAPA
Live Code na FAPA

Palestra na FAPA

Tecnicamente eu não palestrei na FAPA, uma vez que a Uniritter comprou a FAPA (Faculdade Porto Alegrense). Hoje chama-se Uniritter campus FAPA, hehehe.

Pois bem, no dia 10/05 estava eu indo conversar com os alunos dos cursos de computação no auditório da FAPA sobre Node.js + MongoDB novamente a convite do coordenador prof. Mozart. Essa parceria entre Umbler + Uniritter têm gerado bons frutos nos últimos meses e espero que continue assim pois tenho certeza que é benéfica para todos.

A palestra foi a mesma que havia apresentado na Uniritter campus zona sul então não há muito o que comentar aqui. Os slides estão no final do post.

IX Telecomptec
IX Telecomptec

IX Telecomptec

Já no dia 24/05 eu tinha agenda marcada na noite de abertura do IX Telecomptec, evento dos cursos de tecnologia, comunicação e computação da Universidade LaSalle (antiga UniLaSalle) em Canoas/RS. A Umbler foi uma das patrocinadoras do evento e eu tive a oportunidade de ir como palestrante abrir o evento que durou uma semana de palestras de diversas pessoas e empresas diferentes.

Aproveitando o embalo, palestrei aqui novamente sobre Node.js + MongoDB, que é uma dupla de tecnologias que tenho apostado bastante para meus projetos pessoais (como você já deve ter notado, tenho dividido bastante os posts entre Node e Android) e a própria Umbler tem apostado bastante com o seu beta de Node.js que está rolando e com o iminente beta de MongoDB que deve aparecer em breve.

A platéia foi super receptiva e engajada, com diversas perguntas, considerações e empolgada em conhecer as tecnologias que eu estava mostrando. Tenho certeza que foi de grande valia para todos.

Google IO Extended Porto Alegre

E quando o mês estava quase terminando, em 27/05, aconteceu um evento para fechar o mês com chave de ouro: o Google IO Extended Porto Alegre.

O Google IO original é um evento anual que o Google faz em San Francisco, Califórnia, para mostrar todos os lançamentos da empresa de uma vez só. Esse ano falaram de muitas novidades como um assistente virtual para os produtos do Google e uma nova linguagem de programação para Android, a Kotlin, entre outras novidades.

Assim como o TED, que possui os eventos principais e os TEDx que são eventos independentes, o Google IO permite que os Google Partners do mundo inteiro possam se inscrever para sediar uma edição do Google IO Extended em suas cidades. E foi o que a Sisqualis, uma Google Partner Porto Alegrense, fez esse ano, fazendo uma edição menor do Google IO em Porto Alegre.

Se deu uma coisa errada no evento foi os organizadores terem pensado pequeno. Eles anunciaram as vendas dos ingressos um mês antes do evento, antes mesmo da grade de palestrantes estar pronta, e TODOS os ingressos venderam em apenas 4 dias. Mesmo com alguns desistindo de pagar seus boletos, em 7 dias não haviam mais esperanças de se conseguir um ingresso. Isso porque tinham pouco mais de 300 à venda que era a capacidade máxima de lotação do auditório da faculdade IMED, parceira da Sisqualis nesse evento.

Não me entenda mal, o evento foi incrível, exatamente como eu esperava, mas o baixo preço do ingresso aliado ao pequeno número de ingressos disponíveis acabaram limitando o real potencial do evento, tanto em termos financeiros quanto em termos de impacto.

Tive a oportunidade de conhecer o Heryk, um dos organizadores do evento, em um Tchê Linux que participei mês passado na Univates, em Lajeado/RS, e ele acabou me convidando para dar uma palestra de Android durante o Google IO. Óbvio que aceitei. Para um programador Android como eu, palestrar em um evento do Google, mesmo que em uma versão organizada por parceiros, é um grande marco. Fora que tive ingresso garantido, com direito a camiseta do Google, óculos de sol, outros brindes menores e pude assistir as outras palestras livremente.

Que tipo de palestras rolaram lá? Só a nata da nata: realidade virtual, aumentada, chatbots, big data, Android, AdWords, assistentes virtuais controladas por voz e muito mais, tudo relacionado às tecnologias do Google, é claro. É uma pena que eram 4 trilhas simultâneas e por isso não pude acompanhar todas as palestras, mas foi demais.

Se vai ter ano que vem? Quase certo que sim. Se vai ser ainda mais incrível? Com certeza. Se eu vou participar? Olha, se depender de mim, já estou lá na fila pra entrar! 😀

Os slides do meu workshop de Android estão mais abaixo, com o título de Android 101 (e o mesmo conteúdo do meu livro para iniciantes).

E você, o que tem feito de incrível com a sua carreira?

Publicado por

Luiz Duarte

Pós-graduado em computação, professor, empreendedor, autor, Agile Coach e programador nas horas vagas.