Dicas financeiras para empreendedores lifestyle

captura-de-tela-2016-12-26-as-20-58-54Não, esse não é um post sobre renda fixa, LCA, LCI, Tesouro Direto, CDB e outras siglas do economês. Não vou falar de Bolsa, ouro, títulos e debêntures. Vou falar de investimento e outras dicas financeiras, mas não desse investimento mais tradicional, vou falar de empreendedorismo lifestyle como investimento, ou educação financeira para empreendedores lifestyle.

Dependendo de quanto dinheiro você está fazendo hoje no seu lifestyle business, você deve investir o dinheiro ganho de diferentes maneiras. Essas dicas não foram criadas por mim, mas por Grant Cardone, um empreendedor, autor e palestrante milionário!

Até que você faça R$100 mil em faturamento com seu lifestyle business não compre nada novo como um carro, casa, eletrônicos, etc. Reinvista todo esse dinheiro em você mesmo. Isto significa comprar livros, cursos, mentoria, participação em eventos e no aperfeiçoamento de você enquanto empreendedor. Assim, você terá o conhecimento necessário, além de muita energia, para atingir seus objetivos maiores.

Todo o treinamento que você recebe não pode ser tirado, e isto faz muita diferença quando você adquire o conhecimento certo. Alguns investimentos que fiz em mim me fizeram crescer rapidamente e me deram muito retorno financeiro, profissional e pessoal. Dentre eles cito a compra do livro Trabalhe 4h por Semana, do livro A Startup Enxuta e muitos outros livros, cursos e treinamentos que fiz ao longo dos meus 6 anos (até o momento) como empreendedor.

Mas claro que para investir em si mesmo é necessário dinheiro, e se você já não tem um negócio rodando, terá de arranjar esse dinheiro de algum lugar. Uma dica de investimento é sempre começar aprendendo a economizar dinheiro, pois é muito menos trabalhoso e mais rápido em um primeiro momento cortar gastos do que aumentar faturamento. Além disso, uma vez que esteja começando a faturar com seus produtos digitais é imprescindível que mantenha o seu estilo de vida, sem aumentar as suas contas por causa dessa nova renda entrando todos os meses.

Se você costumava faturar R$50 mil ao ano e agora está faturando R$80 mil, guarde a diferença (R$30 mil) e viva da mesma maneira que fazia antes da sua renda aumentar. Eu passei a fazer isso no ano passado, quando iniciei diversos projetos de geração de renda ao mesmo tempo e meu faturamento passou a aumentar subitamente. Cerca de 40% de tudo que recebia eu guardava e 10% eu investia em renda fixa, o restante era usado para manter o mesmo estilo de vida que eu tinha antes dos meus negócios começarem a prosperar.

E aqui vai outra dica, que foi o que me permitiu economizar tanto dinheiro: invista em criar outros fluxos de caixa. Se você quer ser um empreendedor com estabilidade financeira (algo raro hoje em dia), você não pode confiar em somente uma fonte de renda. Você precisa de várias.

Um milionário médio possui sete fontes de renda. Você pode começar com duas ou três. Eu não sou milionário, mas tenho seis, sendo 3 delas estáveis (como o Busca Acelerada) e outras três mais aleatórias (pelo menos no momento), como venda dos meus ebooks e consultoria. O ideal é que segundo fluxo de receita possua sinergia com o primeiro, assim ambos se ajudarão para fazer dinheiro. No meu caso é exatamente isso: vendo cursos e palestras de Android que me ajudam a vender mais livros e projetos sobre o mesmo assunto, só para citar um exemplo.

Até que chegue na sua quarta ou quinta fonte de renda, o ideal é que sejam todas simbióticas, sobre um mesmo assunto, mesma clientela, etc. É muito mais fácil vender mais produtos sobre um mesmo assunto para quem já é seu cliente do que tentar atrair novos clientes toda vez que for vender algo.

E você, tem alguma dica financeira para empreendedores?

Publicado por

Luiz Duarte

Pós-graduado em computação, professor, empreendedor, autor, Agile Coach e programador nas horas vagas.