Vídeos

O que é Análise Ágil de Requisitos?

Thamyres Nunes
Escrito por Thamyres Nunes em 06/05/2021

Olá, tudo bem? O vídeo de hoje é um trecho curto de workshop que fiz na FATEC Jahu (SP) recentemente. Nele, eu faço uma rápida introdução ao assunto Análise Ágil de Requisitos, um tópico importantíssimo para desenvolvimento de software e gestão de projetos. Se gostar do vídeo, deixe o seu like e se inscreva no canal.

Referências:

– Meus cursos: https://www.luiztools.com.br/meus-cursos?utm_source=youtube&utm_medium=video&utm_campaign=meuscursos&utm_content=analiseagil

– Meus livros: https://www.luiztools.com.br/meus-livros?utm_source=youtube&utm_medium=video&utm_campaign=meus-livros&utm_content=analiseagil

– User Stories: https://www.luiztools.com.br/post/user-stories-descricao-de-requisitos-que-humanos-entendem/

Um abraço e sucesso.

Prof. Luiz

o Olá tudo bem Aqui é o Luiz e o vídeo
de hoje é um trecho bem curto de um
workshop toda recentemente uma faculdade
onde eu explico o básico da análise de
requisitos E como você pode colocar ela
na prática na sua empresa ou no seu
negócio então quero você seja um
profissional de projeto um total de
envolvimento eu ia fazer analisar a
gente que eu tenho certeza que ao mês
que o quê que pode ser bem útil para
você e a Ângela é só tradicional o ciclo
jovens sofrem tradicional ele que a
gente mande Waterfall né Ele é bem
faseado tá então a gente tem lá uma fase
de levantar você quiser atos ela faz lá
de estruturar bem o projeto arquitetura
externa perto da casa
a fase de testar e assim por diante tudo
bem misturadinho é que você história
caixinha lá de análise de requisitos
você tem engenharia de requisitos né com
a licitação de êxito se esqueçam de 15
mundo dos métodos vagens não é tão bem
definido assim não é tão faseado de uma
fase para outra e isso acaba confundindo
muitas pessoas acaba deixando muita
gente parafuso como é que ele organiza
para isso que tá em casa posso utilizar
para isso eu resolvi trazer aqui uma que
toca um pouco algumas outras para vocês
mas antes de falar da da técnica em cima
o primeiro ponto que que agilidade trás
é que o foco sempre tem que ser no
produto então uma das grandes coisas que
eu ajo bate forte é que o foco ele não
pode ser no projeto mas sim no produto
que eu quero dizer com isso quando a
gente trabalha com
o projeto seu entregar no escopo como
escopo no prazo e com custo combinado eu
posso assumir que o projeto sobre
decidido só que nós tem que ser
desenvolver um software é vou dar um
padre empresa né na minha Startup Então
vamos toca e cobre o nosso orçamento
dentro do prazo que a gente precisava
com isso com as coisas que a gente
queria esse ele não deu o dinheiro não
posso contar esse projeto com os casos
ele foi para casa tá e pode um conjunto
de métricas de projeto aqui eu posso
olhar e ver que tava tudo verdinho no
meu semáforo lá do projeto mas o
conjunto de produto e que no final do
dia é o que importa que a gente faz
projetos para gerar valor e fácil
projetos para gerar resultados e já Para
gente para os nossos clientes Então a
gente tem que estar de olho no produto
só primeiro. Querendo flor já já lá pega
né Maior foco na entrega de valor no que
no no projeto em si na em seguir todas
as fases
e todo mundo detalhado coisas do tipo e
todo o produto né sentido é mais um
passo para trás ele é para atender o
problema de alguém então se vocês
começarem aí que uma linha ainda mais
focada em gerar valor ele tem que
entender que eu enquanto por favor
tecnologia eu voltar muito engajado com
o produto no dia a dia respirar o
produto mas produto pode ser um software
pode ser o que vocês imaginarem tá
produto o resultado e não trabalho a
esse produto ele tem que atender a quem
vai utilizar ele não tem que atender a
mim aí eu sou o jogador por exemplo que
atender aqui embaixo usar ele e se
alguém a gente costuma chamar de Persona
é comprar um celular do Market que a
gente traz para cá também então todo o
produto ele só vai fazer sentido se ele
resolver o problema ou melhorar a vida
de alguém
bom então a gente entender antes de
pensar se eu vou usar a ser ou Java ou
seu vô fazer um botão à esquerda na
direita verde vermelho aí eu pensava
qual é o produto que eu tô construindo e
o que que ele vai resolver o quê que ele
vai melhorar na vida de alguém e quem é
esse alguém então tem uma empresa que eu
trabalhei que a gente tinha uma Persona
que era o João Azambuja elas vão
Azambuja é um cliente real nosso e ele é
um cliente muito difícil ele era um
cliente que ele tinha a pouco
conhecimento de tecnologia né mas ao
mesmo tempo ele queria ter o site dele
na internet e ela é um cliente tava
muito suporte do dia ligando pra gente
aí nós ele não dava no chat era sempre
ligação ligação ligação então a gente
era um Persona porque se a gente
conseguisse fazer produtos que deixassem
aquele cara feliz a gente consiga fazer
tudo todo relação à base então a Persona
esta essa figura pó
o relvas espelho mas geralmente não é
geralmente é uma figura fictícia com
características Qual é a faixa etária do
nosso público-alvo a qual é o grau de
instrução dessa pessoa porque se o
garçom dela é baixo não posso um sistema
que parece um cockpit de avião tá eu
tenho que dar o tema mais fácil de usar
Qual é o essa pessoa precisa com sabe
nada de inglês eu não posso colocar
nenhum termo em inglês no softer por
mais que nós palavras foi melhor inglês
não tem que ser linguajar dela é o
linguajar que ela vai entender então
quando quando eu quando eu vou começar
um projeto a Primeiro passo é entender
que produto é esse que nós estamos
construindo ajudando a construir que às
vezes você não consegue só uma parte né
e para quem que ele tá quem que ele vai
servir né porque ele vai ser usado como
ele vai ser usado né Sem possível
interajam com essa pessoa alguns precisa
falava mais cedo ali antes né eu peguei
finalzinho da conversa
É pô você tá será que perguntar para o
cliente passar sessões que ele quer
adiantar de alguma coisa se ele é um
cliente com o grau de conhecimento
técnico mediano Talvez ele consiga te
responder agora estou num formulário com
um botão com campo de cheque né de
seleção agora a imensa maioria não tem
essa base as minhas alegria dos clientes
eles têm uma dor ele tem uma coceira né
eles não querem um software é bem
importante eu não quero um solta eles
querem resolver o problema dele se esse
problema por bem resolvido por um
software ótimo eles vão pagar por isso
mas ele tá resolver o problema dele se
ele é tipo o banco ninguém quer um banco
que é que é uma conta em banco tu quer
tem um jeito fácil né de gastar o
dinheiro transferir o dinheiro não quer
um banco Mas conversa tudo isso aí sai
um banco vamos lá então entender essa
pessoa me ajuda muito a gente fazer
qualquer outro trabalho de análise de
requisitos isso aqui não é
a Persona é do Market tá nenê já estão
no projeto automático Só que essa
valores esajes elas trazem para perto
uma série de outras habilidades e
disciplinas de outras áreas que isso
acredita que Tragam mais valor para
gestão de projetos Então em vez da gente
ficar ali preso no nosso mundinho não
esse exatamente que precisamos software
Então vai começar com o cliente vai
observar o cliente aí com você vai
perguntar para ele o que que tá doendo
né O que tá coçando para você ver como é
que você pode resolver isso no sol
Beleza então isso aí eu dei uns passos
para trás não esteja jantar na técnica
para você entender um pouco do racional
que a gente tem que ter a gente trabalha
para analisar já fizemos E aí tá
gostando do vídeo não esquece de deixar
o seu like para me ajudar a divulgar
esse vídeo para mais pessoas se inscreva
no canal se você ainda não é inscrito
tem vídeos aqui semanais e se você tá
com alguma dúvida sobre esse assunto
deixa aí nos comentários que eu vou ter
o maior prazer em
bom então vamos voltar para o sal EA
técnica hoje mais comum no mundo ágil a
Quando eu falar já ao mundo nessas
mensagens é a técnica de exercícios que
que é uma user Story existem muitas
técnicas para especificar gregos muitas
não tem lá caso de uso do tenha essa
quer dizer histórias acha que mais usei
antes de usa história de caso de uso mas
não vai ficar com essa só que muita das
técnicas elas são pesadas nas vezes em
que se inscreva muito o que tu passa
muito tempo ali no trabalho
introspectivo e a proposta de gestores é
que tu passe menos tempo escrevendo e
mais tempo conversando com o cliente tá
tu pode escrever o quanto for necessário
mas o ponto de partida Ele é bem
objetivo eu vou mostrar aqui pra vocês
aí é bem objetivo é bem prático e depois
foi aprofundando conforme a necessidade
a gente trabalha forte com conceito de
Just in Time de fazer as coisas quando
elas são realmente necessárias e se elas
forem necessárias tá então se eu
precisar por exemplo se eu não vou falar
aquele diagrama de classe por exemplo
mas se eu precisar um diagrama de
classes vocês podem fazer mas quando
precisar e se precisar não vai ser uma
regra sempre eu tenho que fazer um
diagrama x ou Y por exemplo Então como é
que funciona e os Stories ela parte G
uma única uma única frase que tem três
partes atrás aqui o template em inglês
que é o mais popular na internet mas o
que que ele disse né como um usuário
nariz vai dizer qual é o usuário né a
como o cliente do nubank concorrente do
nubank ou como um usuário do Spotify o
lá no caso da empresa que eu brinquei né
como Antônio Azambuja não era a pessoa
de
e com o primeiro passo é muito infinito
definida Nossa Persona eu vou usar ela
como base para as minhas gestores para
que eu sempre me lembre quando eu tiver
construindo a funcionalidade está
ficando com sondagem eu pense né como
aquela pessoa que eu me coloco no sapato
dela como diz né Beleza como usuário eu
quero o que o que que o usuário quer
usuário ele não quer apertar um botão
ele não quer arrastar o ano ela já está
numa usar alguma coisa de sistema ele
tem um objetivo de usuário é o que que
ele quer ele quer ter o site da internet
ele quer poder fazer uma transferência
instantânea de dinheiro com familiar ele
quer poder ouvir as músicas que ele
gosta ele quer ser também que vocês
quando abre Spotify os você tem na
cabeça não é Ah eu quero apertar um
botão né E daí soltar um pouco aqui na
minha tela
o Ricardo a vocês querem também
experiência prática de ouvir essas
músicas polícia sepriva então o que que
ele quer e a terceira parte da frase é o
motivo o benefício que ele vai ter né
com aquela ação aquilo que ele quer
fazer então quanto usuário Eu quero
transferir é quanto clientes nubank é
contida no bem que eu quero transferir
um dinheiro para falar para minha mãe
não sei meu pai né Para que eu não
precise sacar dinheiro né E lá levar
para ele mora em outra cidade Olha lá
para o meu pai um dinheiro para poder
pagar uma conta dele tá ou pior né tem
que ir lá pegar uma fila no banco para
fazer um depósito na conta dele então eu
quero fazer isso maneira prática Então
esse é o objetivo a história ela passa
uma história de usuário né é uma coisa
que os olhos quer fazer para ter um
benefício na vida dele
e a história ao nasce com esta frase que
ele chama de narrativa ela nasce com
isso mas ela não termina que ela começa
com isso e vocês vão aprofundar tanto
quanto necessário nos detalhes dessa aí
o gestor não costumo dizer que este
método é os três vezes é Card
conversation confirmation eu começo com
um card pode ser um carnes nutrelo pode
ser um cadinho no gira para serem papel
né Agora vai ficar mais complicado do
Papel né por causa dela presencial né
mas eu eu sou um agora aqui quase os
postes mas é um papel um card com essa
frase é só um Kart o segundo ser é o
conversei Chan quando você lê um card na
você tá próximo e tem que desenvolver
ele por exemplo vocês o rei ele e as o
meu time resolver ele semana que vem ou
daqui a duas semana próxima Sprint de
escravos por exemplo tá então é uma boa
hora para eu
se afundar mais neste Carlos o Claro se
ele é muito vago Você tá muito fácil
entender você vai querer conversar com
mais antecedência tá então mas é você
entender o momento que tem que fazer
essa conversa para você entrar no
segundo seca conversei vou pegar esse
cara vou procurar pessoas que entendo
mais daquele usuário entrando mais essa
funcionalidade nós vamos conversar sobre
ela então eu conversei chão através de
uma ou mais conversas eu vou chegar no
terceiro sexual confirmation O que é a
confirmação do que a gente vai fazer de
fato
o que acontecia na gestão mais
tradicional dia de requisitos eu trazia
todas as aulas de todas as conversas
todas elas para o início do projeto
então eu fazia e às vezes um mês dois
meses de reuniões reuniões regiões
classificação de educação explicação só
que depois que você vai andando com o
projeto e o cliente vai vendo tô vendo
as coisas tomarem forma e começa a
perceber que alguns requisitos que você
definiu atrás não eram bem assim como
você imaginou porque o anúncio é muita
imaginação então que os Stories prega é
de lua essa análise ao longo das sprints
horas que você vai fazer um pouco de
análise de você vai trabalhando mais
profundamente nos requisitos conforme a
iminência deles e tem que ser
desenvolvidos aí só conceito de Just in
Time a me ligando aqui para deixar as
coisas para tu mora não é isso é você
tem que deixar para hora que dê tempo
bastante
eu não consegui ficar se preparar para o
desenvolvimento E aí gostou da assunto
análise haja requisitos na descrição do
vídeo você encontra os meus livros os
meus cursos onde eu estou com muito mais
profundidade mais ferramentas aí também
do suporte para os alunos casos têm
interesse em dominar mais desse assunto
e se você quer que apareça mais sobre
esse assunto aqui no canal Me ajuda aí
dando like se inscrevendo nele e
divulgando esse vídeo para outras
pessoas na frente da sua empresa da sua
faculdade pois me ajudando a divulgação
deste vídeo me mostra que você tem
interesse por este assunto então eu devo
produzir mais conteúdo sobre esse para o
canal combinado tem um abraço e até o
próximo vídeo Valeu o

Olá, tudo bem?

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Assista também

#5 - Bot para Binance em Node.js

Persistência Poliglota - Usando vários bancos em uma aplicação!

Gestão de Projetos com Scrum: Como Começar? (Aulão)

O que é MongoDB? E para que serve?

#4 - Bot para Binance em Node.js

O que é Node.js? E para que serve?